"Seja bem vindo(a) ao meu Mundo de Sonhos, Fantasias e Realidade!
E, sinta-se à vontade para degustar cada palavra."



Todos os textos (poesias) aqui publicados são de minha autoria,
e tem seus direitos reservados de acordo com
a Lei n.º 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998.

segunda-feira, 30 de abril de 2012

NOITE ASSOMBROSA


A noite assombrosa
faz o medo aparecer
e aterrorizar as mentes

É uma aflição imensa
há uma angústia e tanto
é um poder impotente
sem opções para calmaria

Não há pensamento bom
que resista
não há esperança
que persista

O vento urge
dá um calafrio.

Ai que medo!
Cadê a porta?

A luz que não acende
e essa tempestade
que ruge nas árvores
faz gemer o assoalho

Ai... tenha dó de mim
aqui eu tão só
coração acelera
um medo me aflora
e devora minha alma

Ai um relâmpago – um trovão
e essa escuridão
todos se foram...
estou sozinho e aflito
com o coração na mão

Grito de medo
grito sem noção
meu corpo geme
e eu me apavoro

Falta-me ar
meu corpo emudece
e o dia que não vem
ai trovões - e relâmpagos
ai passos e vulcões
e ninguém me atende

Árvores balançando
em mim – tristeza e solidão
e meu coração na mão
nunca vi tanta pressão
tanto medo e desolação

Não há como me acalmar
vou me esconder
mas me esconder de quê?

Voltou o tempo a ranger
as árvores continuam a balançar
numa dança de aflição
e grande assombração

Vejo vultos e me espanto
não há feições
não sei quem são

Apareça! Pare de brincadeira
não bata mais na porta
não assovie.

Chega!

Estou fora de mim
valsando meu coração
nesta noite misteriosa
onde tudo acontece
e me apavora.
Ai medo!

E o dia que não vem?

Batem na porta
pela fresta da janela
não vejo ninguém

O gato corre
agitado e espantado
vem um som cortante
tão estridente.

Ai! Meu Senhor!

Essa noite que não termina
ai meu Deus o que será de mim
esta noite não tem fim

Uma ventania
coisas caindo
um suspense no ar.

O que será de mim?

Aqui sem ninguém
tudo me apavora
e me sufoca.

Vou morrer!

Meu coração não aguenta
tanto medo e susto.

Ai! Estou tremendo
assim vou desmaiar.

Quem bate à porta?
que não responde
não abrirei se não falar

Pode estar em perigo
que não vou socorrer
quero mais é me proteger.

Só não sei do quê?

Mas, não sei me esconder
dessa sombra que me acompanha
e o tempo que não descansa

Sol, cadê você?

Saia... clareia
amanheça
quero viver
e mandar esse medo
para bem longe.

Ai! A porta abriu. Quem é você?


(Clemilton Carvalho - cec)


domingo, 29 de abril de 2012

CIRANDA À YEMANJÁ


Eu vou fazer uma ciranda
para Yemanjá, rainha do mar

Quero cantar ciranda
cirandando à beira mar

Trago flores para a mãe
Rainha, dona do mar

Quero louvar e agradecer
por todas as graças, à Yemanjá

Tenho mais é que cantar
cirandando à beira mar
venha comigo me acompanhar
nessa ciranda à Yemanjá

Trago incenso e carinho
e minha vida para oferecer
a Santa Mãe Rainha
Yemanjá, dona do mar

Estou tão feliz
sinto a ciranda a me acompanhar
cirandando à beira mar
vou cantando até o sol raiar

Nesta noite de luar
Yemanjá, venha me salvar
cirandando à beira mar

Salve! Ciranda 
Salve! Lia de Itamaracá
Salve! Yemanjá
Minha Rainha do mar.

(Clemilton Carvalho - cec)

sábado, 28 de abril de 2012

PODE SE UTOPIA


Nem pense em pedir um cartão-postal.
Eles não vendem a favela para turista.
Só mostram o que há na linha do trem.
Criam um horizonte injusto
que não condiz com a realidade

Minha tristeza ninguém sabe por que rola?
Mas, saiba que essa dor não me domina.

A fome, a doença não vende.
Os pobres, o jornal não comenta.
As notícias são forjadas.
Uma verdade incompleta.
A tortura não é sensacionalismo.

Lá pode ser o fim do mundo
mas é o lugar que me faz feliz
que me faz crer na vida
e a lutar por um espaço mais digno.

O pobre só tem espaço no período eleitoral
o social é pura fachada - feito ONG's
que são pura enrolação
e muita usurpação para uns tão poucos

Minha tristeza ninguém sabe por que rola?
Mas, saiba que essa dor não me domina.

Vejo muitas cicatrizes no meu corpo.
Mas, não me canso.
Resisto em cada amanhecer.
Ainda tenho um sonho real.
Pode ser utopia.
Mas, acredito numa mudança de paz
Num mundo de igualdade e dignidade.

(Clemilton Carvalho - cec)


sexta-feira, 27 de abril de 2012

ERA UMA SURPRESA


Quem foi que mentiu pra ti?
Quem foi que inventou essa história?
Não acredite antes de falar comigo
Não se contente com fantasias de samba e carnaval
Não diga adeus – você vai chorar
quando descobrir toda a verdade

Andei bastante
(Foto: Clemilton Carvalho - dança africana da fertilidade)
batalhei com fé
varei em muito trampo
noite e dia sem fantasias
só para te fazer feliz

Hoje, prefiro sossego
se não acredite em mim
é melhor que vá embora
pois, estou bem certo do que fiz

Fiz uma casinha
lá naquele cantinho
só pra nós dois morar
pois, quero contigo casar

Planejei com carinho nossa morada
e, você não me escutou
preferiu acreditar nas mentiras
e decidiu sozinha sua vida
sem me procurar para conversar

Era um surpresa
uma evolução de nossas vidas
quero contigo casar
e toda minha vida transformar.

(Clemilton Carvalho - cec)


quinta-feira, 26 de abril de 2012

ESSA PEQUENA



Já tive mulheres espertas
mulheres de golpes
mulheres para apenas uma transa
e depois nada mais

Porém, essa pequena me conquistou
me domou... fiquei arreado
(Foto: Clemilton Carvalho - planta particular)
já não dá mais pra disfarçar
pra ela já fiz até altar
me acostumei com incenso
tudo para lhe encantar


Agora sou um coitado
por lhe confessar o que sinto
e vou querer sempre mais
o seu amor para apenas me salvar
e me dar um novo olhar

Não quero mais pensar no passado
quero mais é lhe conquistar
fazer de minha vida seu altar

Tudo será belo
e para ganhar o seu amor
até me prostro a seus pés.

(Clemilton Carvalho - cec)

quarta-feira, 25 de abril de 2012

COMPROMISSO DO AMOR


O amor não tem revolta
não é feito de brincadeira
não deve ser traiçoeiro

O amor de qualidade
é regado a alegria
disposição de convívio

O amor nasce na esperança
e vive feito criança
encantando toda a vizinhança

O amor não tem indiferença
sempre tem um novo dia
para suspirar e reacender a alegria

O amor deve ser simples
de riso tímido e claro
mas, cheio de classe e confiança
cheio de encanto colorido
para brilhar os cristais
com uma história esplêndida

O amor não tem abandono
sempre está na moda
não se acomoda na rotina
cria sempre iniciativas
e espaços para uma vida feliz
sem jamais pensar no adeus.

(Clemilton Carvalho - cec)


terça-feira, 24 de abril de 2012

ACONTEÇA


Aconteça
tudo que puder
ventos e tempestades
mas, você uma lady
nada vai te atormentar

(Foto: Clemilton Carvalho - chuva de gelo em S. José dos Pinhais)
Teu coração
parece tão suave
tem uma calma no olhar
e uma sutileza a me controlar

Tem uma beleza sem igual
um sorriso tão divinal
e essa paixão tão angelical
passa – tudo tão natural

Te entrego corpo e alma
minha vida é seu domar
tudo pode desejar
que vou com malícia realizar

Em você, mora minha alegria
passa minha tranquilidade
meu amor – meu desejo carnal
entre chuvas e trovões
mora o sorriso de toda paz.

(Clemilton Carvalho - cec)


segunda-feira, 23 de abril de 2012

MEU CANTO É UM DESASTRE


Tenho que aprender a viver
rodopiando em busca do meu canto

Tenho de dar valor ao meu sonho
sapatear e não viver na corda bamba

Foto: Clemilton Carvalho - flores no meu caminho)
Parar de cantar desengonçado
mas, tentar dançar um iê-iê-iê
e ser feliz sem medo

Não sei tocar violão
não sei tocar percussão
sou tão sem ritmo
até meu lá lá é um desastre
me perco no som
de quase tudo gosto e aprecio
só não gosto de música americana

Tento rimar outros sons
falar feliz com outros tons
e não me perder no ponto

Meu lá lá é desritmado
meu canto é um desastre
mas, me alegro tendo sua companhia

Minha vida fica tão bela
sorrindo e vivendo do meu jeito
errando, caindo e me levantando
para ter seus braços como salvação
e grande redenção.

(Clemilton Carvalho - cec)

domingo, 22 de abril de 2012

ENCONTRO DE DESABAFOS


Tornei-me encontro de desabafos
passagem de som
de xingamentos e palavrões

Sem falsa modéstia
eu sou demais
meu caminho aos céus
estará garantido
(Foto: Clemilton Carvalho - meu cérebro colorido)

Esses pensantes que me visitam
me dão um tremendo prazer
que tremo a língua ao falar
a três é bom demais
um bem mais que especial

Não quero acordar deste sonho
sinto que há algo mais
que posso continuar assim
há chance de outra confidência

E, eu a esperar
um toque – um sinal
com uma excitação à flor da pele

E, em meu coração
tum – tum – tum
a três é bom demais
que venha desabafos
palavrões e muito amor.

(Clemilton Carvalho - cec)


sábado, 21 de abril de 2012

CHUVA PROVIDENCIAL


Começou a chover uma chuva fininha
caia tão de mansinho
que molhou o meu amorinho
era tão suave quase uma neblina
nos beijamos e deixamos continuar

Veio relâmpagos e trovões
a tempestade chegou
e a chuva aumentou
com uma grande ventania
e choveu tanto
que molhou minhas roupas
e o vestido do meu amorinho
ficou tão molhadinho
que dava pra ver tudo
seu vestido ficou ensopado

E eu sacana queria mais
que essa chuva não passasse

Só pra ficar ao lado do meu amorinho
sorrindo e brincando feito crianças
por esse lamaçal
que nos alegrava e seduzia
com grande clareza do nosso amor

Ah! Santa chuva
parece-me que foi providencial
para unir-nos cada vez mais
com charme - dengo e muita alegria.

(Clemilton Carvalho - cec)

sexta-feira, 20 de abril de 2012

TUDO ENQUADRADO


Tudo enquadrado
fixado em seu lugar
só eu que não encontro um lar
nem me acho nesses arranha-céus

São tantos sentimentos
há tanta individualidade
cada um segue o destino
sem olhar para o lado

Parece terem uma visera bloqueadora
que impede de olhar e sorrir
por uma graça que o palhaço
faz no trânsito em busca de uns trocados

(Foto: Clemilton Carvalho - quadro pessoal "flores brancas")

Um mundo tão ideal
que se escolhe
que não há chances
para uma aproximação
nem lágrimas para chorar
por um momento tão nobre
quanto o bem humano

Tudo é taxado
tudo enquadrado
para viver isolado
num mundo de fantasias
sem contato com o próximo.

(Clemilton Carvalho - cec)

quinta-feira, 19 de abril de 2012

ENTREGUE AO VÍCIO


Mesmo não podendo
ele fuma fumo fumaça
e se satisfaz feliz
nem se importa com sua saúde
que anda tão debilitada coitada

Parece que se entregou ao vício
e não pensa no futuro
jamais questione com ele

(Foto: Clemilton Carvalho - entre o céu e a terra do Brasil)
Sabe que destruiu sua vida
mas prefere continuar no vício
a buscar um meio de cura

Seus heróis de tv eram viris
fumavam e bebiam a vontade
e sonhou - e, quis essa vida
sem pensar no amanhã

Sua proteção é para hoje
bebida, mulheres e cigarros
o prazer acima de tudo

Agora tosse – cof cof cof cof
um lenço só não dá – cof cof
escarra que dá dó
quando vai dormir
durante o dia na pensão

É uma tristeza – tão sozinho
mas escolheu sua sina
e pretende seguir assim
até os últimos dias.

(Clemilton Carvalho - cec)

quarta-feira, 18 de abril de 2012

O TEU FOGO LASCIVO


Neste teu belo despertar
tudo vai transcender
para além do horizonte
tudo transformar

Tudo será decifrado
para o sonho não ter fim
(Foto: Clemilton Carvalho - céu do Brasil!)
será como uma marca de amor
que se tornará infinito

A liberdade será lembrada
como projeto alcançado
no desfrutar dos teus olhos
meigos e suaves a me encarar
e convidar a ti seguir
e, viver no teu prazer

Você me seduzirá docemente
como mel banhado em chamas
que reacende os anseios
de sempre mais e mais

O teu fogo sempre será lascivo
com propostas para frente
sem jamais voltar ao passado
te amar mais e mais

O presente é que importa
e em teu prazer viver
te amar ardentemente mais e mais.

(Clemilton Carvalho - cec)


terça-feira, 17 de abril de 2012

SÓ SEM SEU AMOR


Você poderia esperar
mas estava com pressa
me deixou... o seu amor

Correu – saiu rápido demais
e esqueceu de mim
que sou... o seu amor

(Foto: Clemilton Carvalho - Sítio Arqueológico do Buritizal)
E, agora como vou ficar
nesta cidade tão grande
não conheço ninguém
não fiz amizades ... só seu amor

Só queria... o seu amor
que partiu e me deixou
sem chances de falar
nem gritar

Você não vai me escutar
seu telefone toca
mas não me atende

O que farei?
Aqui tão só ... sem seu amor
quem vai me confortar
não tenho mais ninguém

Fiquei só!
Onde te encontrar?
Será se voltará?
Estou em prantos
com os vermelhos
de tanto chorar
sem saber decifrar sua decisão.

(Clemilton Carvalho - cec)

segunda-feira, 16 de abril de 2012

TEU AMOR É UM ELIXIR


O teu amor é um bem
é o melhor em mim
é algo que me dá calor
e preenche meus vazios
é uma explosão que deu certo
que só me trouxe felicidade

(Foto: Clemilton Carvalho - paisagem piauiense)
Tão bom ter você
fico bem tão zen
tendo você comigo
me alegra noite e dia
e escancara meu sorriso

Nesta sede
só quero me apropriar
do teu doce amor
que me faz tão dao
um ser sereno – em paz

O teu amor é um elixir do prazer
que me derreto ao te ver
nem pensar em ti perder
somos alma e flor

Sou tão feliz – sereno
teu amor me faz eterno
com desejo de festejo a dois
a vida inteira – eu e você.

(Clemilton Carvalho - cec)



domingo, 15 de abril de 2012

UM CASAL PERFEITO


Nossa história resiste
nosso amor persiste
apesar das crises
que inventam que temos
(Foto: Clemilton Carvalho -  por do sol do interior piauiense)

Somos um casal do bem
vivemos tão amém
que tudo que falam
é meros palavrões
nunca estivemos tão bem

Nosso amor é raro
é feito na cumplicidade
cheio de encantos amorosos
e recheado de grandes fantasias
com cargas evolutivas de comoção
que arremata nosso coração

Somos um casal perfeito
temos química até no olhar
nossos poros exalam magia
que acariciam nosso ego prazeroso
que valoriza e unifica no amor.

(Clemilton Carvalho - cec)

sábado, 14 de abril de 2012

MINHA PRECE É COM FÉ


(Foto: Clemilton Carvalho - chegada em Teresina pelos ares)
Peso as dores
e me conformo
em sua distância
faço preces

Levo ao terreiro flores branca
para encontrar luz ao nosso amor
uma prece que me traga solução
um som de alegria
ao redor de Oxalá e Yansã

Olorum odê axé
minha prece é com fé
cheia de bons sentimentos
e boas vibrações
ao som do atabaque
que traga uma coisa boa
(Foto: Clemilton Carvalho - cajus do quintal da mamãe)
e Yemanjá venha me ajudar

Preciso ter tudo no lugar
e seu amor por inteiro
nesta vida que quero contigo formar

Há tantas encruzilhadas
mas quero contigo casar
se há não – espero o sim
o brilho dos orixás 
para nos acompanhar

Eu amo... eu canto... eu sonho
com a paz plena ao seu lado
meu endereço você sabe
é só chegar...

(Clemilton Carvalho - cec)

sexta-feira, 13 de abril de 2012

MINHA VIDA É O PALCO

 
Não sou tão fácil assim
pra você me amarrar
e fazer o que bem quiser

Não venha me domar
nem fazer de mim gato e sapato
desse jeito eu não vou aceitar

Está longe de mim
só fazer suas vontades
o mundo que busco
não se restringe somente a você

Quero agito
meu canto é minha vida
minha vida é o palco
e do meu sonho não vou desistir
pra saciar seus desejos

Não volto atrás dos meus planos
escolhi essa sina – cantar
e é pra vida inteira – vou me entregar
não vim vadiar – vim me expressar
fazer ressoar o meu canto
minha maior devoção pela vida

Que o som do meu cantar
ultrapasse os horizontes
entre em cada lar
e faça inspiração em muitos corações.

(Clemilton Carvalho - cec)

quinta-feira, 12 de abril de 2012

UMA FOTOGRAFIA


Uma fotografia
uma marca infinita
registrada feito vocação
de quem busca prazer
para realizar desejos carnais
cheios de vontades e maquinações
(Foto: Gilson Pytlowanciv - niver Paiol)

A fotografia resiste
feito um momento solitário
presa na parede suja
onde há mensagens do passado
de um mundo bem mais humano

A marca da inocência persiste
apesar de tanto mal enfrentado
é uma benção não cultuada
mas um culto a sua existência
e ao mundo imaginária
uma concretização do bem
que um dia existiu a solidariedade
neste mundo de taras e seduções.

(Clemilton Carvalho - cec)


quarta-feira, 11 de abril de 2012

AMORES RAROS?


Amores raros
ou sentimentos escondidos?

A bailarina em perfeita sintonia
gira e encanta com suas atuações
ao descobrir que está grávida
faz sua opção pela dança
busca sua razão sem falação

O músico compõe sobre saudades
da sua vida passada em orfanatos
diversos e descobre seu passado:
fora abandonado pelos pais ainda criança
para um tal exército da boa salvação

Amores raros
ou vítimas da inocência?

A professora não tem sentimentos
vive e ensina a razão
não quer envolvimentos
suas paqueras não passam de uma semana
se for preciso paga - por um belo encontro
que satisfaça suas intenções
só não quer ocupar seu coração

O dono do bar quer outra vida
sonha com um novo ideal
um local mais regrado
por suas razões – por seus pensamentos
quer um lugar de novas realizações

Amores raros
ou luta pela sobrevivência?

O travesti que faz graça de tudo
pode se transformar no que quiser
belas divas e muito glamour
mas, durante o dia luta
e batalha pela vida - é funcionário público
e, poucos conhecem sua rotina a noite
onde se entrega ao prazer por uns trocados
mas, sonha com um casamento feliz
e uma rotina mais monótona

O homem/casado pula a cerca
aceita qualquer transa
desde que sua mulher não descubra
pode ser com homem ou mulher
desde que maiores de idade
e que não traga complicações
costuma informar que é solteiro
já que nunca usou aliança
para fazer a vida do seu jeitinho

Amores raros
ou apenas encontros?

A atriz que sempre anda interpretando
costuma nunca sair do mesmo personagem
com os mesmos tiques e roupa sempre igual
parece um stand-up sem graça
tudo pede e diz um dia retribuir
seu choro é sempre com soluços
que dá uma pena só de ver

O escritor se sente impotente
quando sua musa é raptada por outra paixão
e também quando outros roubam suas ideias
fica triste quando não consegue sair da primeira linha
é uma frustração sem tamanho
seu mundo necessita de mais motivações
outros códigos que fantasie sua imaginação
já que de tantos livros escritos
ainda não conseguiu o sucesso.

Amores raros
ou apenas papo para azaração?

(Clemilton Carvalho - cec)

terça-feira, 10 de abril de 2012

ARTISTA RANZINZA


(Foto: Clemilton Carvalho - meu eu)

Ele nunca foi carismático
andava sempre ranzinza
uma falta de humor incrível
era uma figura emblemática
cheia de estofo erudito

Vivia numa realidade passada
e não gostava de conversar
sobre as ações importantes para o futuro
caso alguém mostrava uma idéia
por interesse escutava, mas roubava sempre
as informações que lhe demonstrassem importantes
era como um espírito usurpador e traiçoeiro

Não se considera um vanguardista
acha a cultura tão superficial na atualidade
em seu trabalho mistura ritmos e canções
e fecha os olhares para os críticos

Sente-se distante das artes momentâneas
quer viver livre para ter acesso
ao lado clássico da cultura
prefere conviver com os poetas
que vivem em sua estante

Sua vida gira por seu querer
em duas décadas passadas
lá seu potencial era seu ideal
cheio de misticismo e poesia musical.

(Clemilton Carvalho - cec) 

segunda-feira, 9 de abril de 2012

TROPECEI EM VOCÊ


Desiludido e perdido
tropecei em você
cai em teus braços
e minha vida recomeçou

Senti o encantamento
neste teu olhar de menina
cheia de riso e carisma

Você tão legal
sabe opinar sobre tudo
é uma grande sabedoria
que só posso me orgulhar
por teus lindos comentários
pela vida e harmonia

Parece que sabe
mais de mim - do que eu
você parece tão vivida
apesar da pouca idade
demonstra um imenso conhecimento
não tem face de sofrida
é grande sintonia que sinto
nesta alegria de estar contigo

Meu mundo saiu do medo
curou minhas lágrimas
todo segredo então
posso te contar
estou te amando bela morena
de olhar angelical.

(Clemilton Carvalho - cec)

domingo, 8 de abril de 2012

O SONO QUE NÃO VEM


Quero dormir, mas o sono não vem
quero colo, mas estou sem ninguém
só essa chuva a me incomodar
e, maltratar meus sentimentos
(Foto: Clemilton Carvalho - pintura Poty Lazarotto)

Ando tenso e cansado
os risos não me alegram fácil
e essa chuva a martelar meus pensamentos

O que faço tão sozinho?
Tento ler, mas estou agitado
não consigo me concentrar

O tempo está polvoroso
não dá pra sair de casa
é trovão e relâmpagos
que apertam meu coração

A madrugada que não passa
o sono que não vem
é uma impotência anunciada
que fico sozinho preso no apartamento
sem poder correr atrás do meu amor.

(Clemilton Carvalho - cec)

sábado, 7 de abril de 2012

COMO FOR


Não demore
não fique à distância
quero você aqui
(Foto: Clemilton Carvalho)
comigo do meu lado

Não fique à toa
quero você aqui
venha gostar de mim
pois, quero com você casar

Quero você como for
cheia de manias
bela e faceira
a me amar

Não se esconda
venha pra debaixo dos lençóis
venha se junte a mim
num belo desejo sem fim

Preciso de você
sorrindo ou como for
só não quero me perder
e ficar sem você.

(Clemilton Carvalho - cec)