"Seja bem vindo(a) ao meu Mundo de Sonhos, Fantasias e Realidade!
E, sinta-se à vontade para degustar cada palavra."



Todos os textos (poesias) aqui publicados são de minha autoria,
e tem seus direitos reservados de acordo com
a Lei n.º 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998.

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

DE QUE SERVE A TARDE


De que serve a tarde
se você não está em meus braços?
De que serve as cores
se sem você tudo fica escuro?
Sem alegria nem paz
só o desassossego em meu coração

Fico a vagar
(Foto: Clemilton Carvalho - Baía de Antonina)
sem destino certo
sem canto nem companhia
sem esperança do que sonhei

Essa quimera não me serve
não tenho o que mais procurei
você não mora na mesma rua
partiu sem deixar recados
para onde seguiu no destino

De que serve a noite e o dia
se não vives comigo
se não podes retornar
ao meu convívio
e dá-me alegrias
tudo fica inútil
tudo nublado
tão triste.

(Clemilton Carvalho - cec)

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

REACENDER


A noite tão sozinho
parece uma sina
ninguém me faz companhia
e não consigo dormir

Fico aflito te esperando
coração fica te chamando
sem saber onde pode estar

Quero paz
não aguento esta agonia
preciso dormir
pareço zumbi
com os olhos vermelhos
cansados de tanto chorar

(Foto: Clemilton Carvalho - final de tarde)

Não quero ficar sozinho
não quero essa maldição
vou me arrumar e sair
te procurar até te encontrar
não consigo ficar sem você

Esta noite não pode me ferir
não posso chorar mais
devo te encontrar
e traçar um novo destino
reacender a alegria em mim.

(Clemilton Carvalho - cec)


domingo, 29 de janeiro de 2012

O QUE ACONTECEU?



Onde você está?
Por que partiu sem deixar notícias?
O que aconteceu?
Para essa mudança tão repentina?
Sumiu sem deixar nem um simples recado

Nossa casa não será a mesma
se não voltares – vou me acabar

Minha felicidade se findará
caso você não possa voltar

Ah! Meu amor
volte para comigo ficar
não vou suportar sua distância

Minha vida está em pedaços
há uma tristeza que se instalou no ar
e não sei como aguentar tamanha saudade
será difícil viver sem poder te olhar

Ah! Meu amor
O que aconteceu?
Não conseguirei viver assim
sem poder te tocar – e, te amar

Preciso de uma explicação
uma palavra que amenize minha solidão
e rasgue esta dor instalada em mim.

(Clemilton Carvalho - cec)


sábado, 28 de janeiro de 2012

CADÊ OS COMPANHEIROS?


Não tem mais nada não.
São os poucos companheiros
com quem me correspondo.
Antes era uma festança só.
Onde estão? Cadê?
Aqueles que diziam ser amigos
para todas as horas? Cadê?
Todos foram embora.
Em busca de novos companheiros
e, viver com outros ideais
com projetos pessoais para o futuro.
Cadê aquelas promessas?
Aqueles desejos de guerreiros?
Os sonhos de vida unida. Cadê?
Se foram. Cadê?
Os brejos e os encantos.
Sonhos de vida alternativa. Cadê?
Tudo ficou descrente.
Os que eram só alegrias. Desapareceram.
Ficou só tristeza neste terreiro.
As flores e mundo novo. Cadê?
Até as mocinhas que nos encantaram
Desapareceram. Sumiram. Cadê?
Em busca de novo sonho
os vaqueiros-meninos tornaram-se homens-pedreiros
e foram para São Paulo construir edifícios.
E, não conseguem voltar. Por quê?
Cheios de saudades. Arranjaram mulheres.
E agora elas vivem grávidas. Já tem um tanto de filhos.
Não conseguem voltar. Eita vida injusta. Por quê?
Eu também parti. Cai no mundo. Por quê?
Desapareci neste mundo de meu Deus.
Para os confins do Sul do Brasil.
Em busca não sei de quê. Um vazio no meu peito ficou.
E, sempre faço promessas:
- Se Deus me ajudar para o ano novo vou voltar.
Mas, a fraca condição me impede.
Nunca dá. E, fico mais um ano.
Com grande aflição em meu coração.
Planejando que no ano que vem.
Que Deus me ajude a voltar pro meu sertão.
Meu encanto, minha vida de cidadão feliz.
Choro com saudade das brincadeiras nas beiras do rio.

(Clemilton Carvalho - cec)


sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

ELA É ELEGANTE


É deslumbrante
uma beleza sem igual
faz qualquer um si apaixonar
tem encanto no olhar

(Foto: Clemilton Carvalho - passei rápido por ela)
Sua sensualidade
convida ao prazer
mas, fica só no olhar
tem medo de si doar
e se machucar

Ela é elegante
tem magia ao andar
sem querer seduz
com seu jeito suave

Vive o momento
não se entrega
tem diplomacia
é educada
mantêm sempre a classe

Tem domínio de si
não aceita favores
com medo de fraquejar
segue sua rotina de encantos.

 (Clemilton Carvalho - cec)

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

SEDUZIR E ACABAR


À noite,
você vem me cantar
vem me seduzir
e me usar
não há como fugir
apenas cair em seus braços
e ceder-me aos seus encantos

Olhos de feiticeiro
boca de mel e avelã
pegada viril e decidida
não há como escapulir-me
nesta escuridão, pra onde ir?

Se seus olhos me percorrem
o corpo e a alma
e, fico excitado, só de pensar
o quão bom será essa aventura
de nossos corpos ardendo em si
e, manipulados no calor de nossas mãos

Ah! Quero continuar
desse sonho não quero acordar
quero mais é saciar-me
no fogo dos seus beijos
e, na lágrima do seu olhar
me queimar e me acabar.

(Clemilton Carvalho - cec)

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

COM VOCÊ BUSCO O CLÍMAX


(Foto: Clemilton Carvalho - mouse dos deuses)
Com você fico à vontade
e me derreto de desejo
ardo com seus beijos
que loucamente me queimam

Com você toco o infinito
e não tenho medo
de buscar as chamas
que me fazem viver

Ah! Ter você
é uma dádiva
que quero ter
com fogo e prazer

Pensar em você
me faz ver o hoje 
e nada no depois
meu sonho é agora
seu corpo colado no meu
derretendo de suor
na ânsia de nunca te perder

Com você busco clímax
e me acabo em seus braços
depois do grande prazer.

(Clemilton Carvalho - cec)
 

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

DE MIL SUTILEZAS


(Foto: Clemilton Carvalho - Nossa Senhora nas alturas)
Ela, esposa fiel
amante disciplinada
mãe perfeita
de mil sutilezas
estudiosa e observadora
para com a família que gerou

Ela, mulher de orgulho
corpo franzino e delicado
uma beldade em pessoa
uma santa-tentação

O esposo a mantêm sob rédeas
mas confia inteiramente nela
só tem olhos para a profissão
e, por vezes, esquece de suas funções
como marido e reprodutor
mas, ela não faz queixa alguma
tem um amante insaciável
que a leva ao paraíso
e levanta a sua auto-estima

Como o capitão, seu esposo
não pode mais gerar filhos
tem de tomar suas precauções
já que ele pensa que
sua vida é uma dádiva
só sai de casa para rezar
e, o que interessa mais
se o seu amante é o padre.

(Clemilton Carvalho - cec)

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

NÃO ME PEÇA


Não me peça paciência
não me peça pra desistir

Quero você!

É você que amo
(Foto: Clemilton Carvalho - vista de minha janela)
e não aceito um não
te amo de coração

Não destrua
meus sentimentos
por ganância

Podemos ser felizes
e construir todos
 os seus sonhos

Quero você
com todos os seus defeitos
não abro mão 
de ficar sem você
te amo perdidamente

Não me peça um tempo
não queira ficar distante

Quero você ao meu lado!

Quero olhar para o horizonte
e descobrir que minha vida
está traçada junto com a sua.

(Clemilton Carvalho - cec)


domingo, 22 de janeiro de 2012

SEM MATANÇAS


Mundo são
sentimento vão
(Foto: Clemilton Carvalho)
coração de esperança
em corpo de criança
essa é a salvação
do povo em oração

Há de se buscar
um novo andor
que traga um novo fervor
com meditações
para lutas e paz

Tudo sem matanças
apenas conversação
que faça virar união
todo aquele sermão

O mundo não é só flores
mas bem que poderia
diminuir toda essa queimança
que não leva a nada
se a oração não for para o bem.

(Clemilton Carvalho - cec)

sábado, 21 de janeiro de 2012

AMOR E VENERAÇÃO


Não preciso de mentiras
cansei de me esconder
(Foto: Clemilton Carvalho - cenário peça)
não vou mais disfarçar
o que sinto por você

É um bem maior que eu
é amor e veneração
que há em seu coração

Todos sabem o que sinto
só você ainda não descobriu
o quanto me fascina e encanta

Não vou mais me esconder
minha sina é com você
onde minha vida está presa

Então, venha me receber
estou livre
esperando as suas ordens.

(Clemilton Carvalho - cec)


sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

FALAR DE AMOR



Falar de amor
sempre é necessário
e nunca é tarde

Falar de amor
deve-se ter fé
desejo de mudanças
e aceitação para o bem

Amor é comunhão
é unir corações
é explorar sensações
e viver em união

Para amar
deve-se ter prazer
por viver e crer
que o amanhã é salvação

Amar não é utopia
não é algo estranho
não é problema
é a única salvação
da batida do coração.
 
(Clemilton Carvalho - cec)

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

FOGO E ANGUSTIA



É fogo e angustia
(Foto: Clemilton Carvalho - sobreposiçaõ)
que assola meu coração
por não estares comigo
neste calor e agonia
quero me entregar
a essa boca e ganhar carinhos

É um desejo infinito
é um frenesi
quero você comigo
para estremecer o chão
de tanto prazer

Quero seus lábios
seu corpo em meus braços
para nossa noite não terminar

Que venha toda malícia
que apareça toda fantasia
minha loucura é você.

(Clemilton Carvalho - cec)

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

EU ME RENDO


Eu me rendo
eu me dou
eu me prendo
ao seu amor

Eu me entrego
eu me rendo
aos seus sabores

Faça de mim, o que quiseres
estou totalmente apaixonado
você me conquistou no olhar
e me aceitou como sou

Hoje, vivo totalmente
iludido por você
e, não é mentira
nem trama planejada
é amor que me dá energias
para ficar a seu dispor

Sou assim mesmo
bandoleiro por seu amor
preso a seus encantos
que deixaram minha vida
totalmente a seu prazer.


(Clemilton Carvalho - cec)


terça-feira, 17 de janeiro de 2012

UM SILÊNCIO DESOLADOR


Ah! Uma grande tristeza
uma vontade de sofrer
sozinho no descanso
(Foto: Clemilton Carvalho - flores na janela)
onde choro de saudades
da vida que passou
e, deixou apenas meus ais
de dores em glórias e louvores

O chão, o vazio
um silêncio desolador
aqui onde me encontro

É um canto sereno
de dores e amores
que me deixam perturbado
com sonhos no amanhã
que se reinventará
e tornará-se festa
de sabores e fervores.

(Clemilton Carvalho - cec)

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

SEU OLHAR


O brilho de seu olhar
convida-me ao prazer
a cair no clima 
(Foto: Clemilton Carvalho - trio belíssimo/cria de casa)
e como arte
beijar sua boca
saciar-me de energias
e queimar-me
com seu fogo ardente
e sem falsos moralismos
saciar-me de satisfação

Vou sugar tenro
cada gota de desejo
e prender-me em você
na chance de me aquecer
para viver eternamente
em seus planos
Seu olhar atraente
traz a mente
grandes mistérios
para o amor vencer.

(Clemilton Carvalho - cec)

domingo, 15 de janeiro de 2012

ME PÕE NO COLO


Meu amor se sacode
me põe no colo
me dá de beber
me faz carinho
me dá amor e agradeço

Meu amor me põe no colo
me beija com ardor
(foto: Clemilton Carvalho - paisagem da Graciosa)
é sutil e me protege

Meu amor me põe no colo
me dá aconchego
acalma minha agonia
me faz viver
com ternura e carinho

Meu amor é mel
puro bem que
me tranquiliza
me pega pela mão
e me põe no colo

Sou tão assim
e exalo felicidades
por ter um amor assim
que me faz sentir vivo

Meu amor é carinho
me beija a boca
e me acalenta
em seu colo.

(Clemilton Carvalho - cec)

sábado, 14 de janeiro de 2012

MARGENS


Margens
mundo feito círculo
dividido por instantes
momentos de grandes encontros
envoltos de grandes melancolias

Margens
que floreiam a primavera
leva o homem a pensar
que sua história pode
(foto: Clemilton Carvalho - cidade de Antonina)
chegar ao fim

A fonte precisa existir
para continuar o percurso do rio
que dá vida a muitos seres
que bebem ou banham
em seu leito sereno

Margens
que fazem viver
os sonhos do agricultor
que pensa em sobreviver
e alimentar sua família

Margens
que floreiam o amor
e a esperança de dias melhores
cultiva sempre a vida
do homem sonhador

Margens
que unem e separam
transformam a vida
e brilha o existir.

(clemiltoncarvalho - cec)

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

ELE SENTE-SE FELIZ


Ah! Ele pensa que é feliz
tem seu som particular
escuta as músicas 
que lhe convêm
gosta de novidades
mas, só aquelas 
descobertas por si

Não aceita fácil 
as que lhe indicam
ele tem firmeza na fala
e um grande apuro musical
de qualidade sensorial 
e prefere ter suas opiniões
e, as põe em discussão

(foto: clemiltoncarvalho - estrada rumo a Foz)


Ele sente-se feliz a sua maneira
os amigos que ele considera
são por demais especiais
são jóias preciosas
e, ele sofre com a distância
mas luta para vencer ao longe

Ele quer ser dono do futuro
por isso, planeja tudo com carinho
e, em sua humildade
sonha com sua bela casinha
cercado de árvores frutíferas

Seu gosto é único e original
degusta com prazer belas melodias
prefere contemplar letras e sabores
onde para ele, uma bela voz é tudo.

(Clemilton Carvalho - cec)

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

MOMENTOS



(Foto: Gilson Pytlowanciv - periquita no quintal)



São tantos momentos
de pensar
de chorar
de sorrir
de amar

Momentos bobos
momentos tolos
momentos vividos
momentos felizes
entre a espada e o crucifixo
entre o santo e o profano
entre o gozo e o prazer

São inúmeros sentimentos
que essa vida me traz
são lembranças perfeitas
que jamais serão esquecidas
serão sempre retocadas
e sempre relembradas
com grande emoção

São grandes marcas
deixadas no amargo
no íntimo
que se sensibiliza
com tantos desejos

São momentos
de repensar
de sonhar
de reviver
e de amar
com o ideal
realizado.

(Clemilton Carvalho - cec) 

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

QUE VAI SER DE MIM?


Foto: Gilson Pytlowanciv - catedral florida)
Que vai ser de mim?
Se eu perder esse amor
não tenho mais forças
não consigo mais lutar
estou sem fôlego

Calei minhas esperanças
não sou mais tirano
encerrei minha carreira de sedutor
e não sei mais quem sou
nesta busca do amor

Já fui príncipe
já fui um conquistador
agora não sei de mim
vivo com rancor

Que vai ser de mim?
Tão só - sem companhia
tão rabujento e amargurado
a mercê de um amor
que não sei pra onde foi?

(Clemilton Carvalho - cec)

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

MUNDO DE DESENGANO


São tantos aflitos
tantos maltrapilhos
que precisam de um salário
e outros tantos espertos
que vivem de projetos
ganham a vida fácil
sem muito trabalho
só porque tem amigos no governo
não chegam a ser fantasmas
já que todos sabem do seu interesse

São tantas mães
que não tem como alimentar seus filhos
e outras que apenas num ano
ganham mais de um milhão
para declamar Pessoa ou Camões

Ah! Mundo de desengano
homens, mulheres e crianças
nem todos receberam sua pensão
para viver com satisfação
neste mundo de ladrões.

(Clemilton Carvalho - cec)
 

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

NOSSO CANTO


Nosso canto perfeito
único e do nosso jeito
regado a sabores
(Foto: Clemilton Carvalho - paisagem de Antonina)
e cheio de cores

Nosso lar e prazer
feito do nosso jeito
cheio de mistérios
com beijos e cumplicidade
que aquecem nosso desejo
para nossa vida perfeita

Tudo marcado de nós
cheiros e cores
amor e sintonia
fazendo harmonia
em nossa casa
onde segredos de dois
nunca chega a terceiros

Nosso canto e prisão
onde se tem emoção
leito de adoração
onde pousa admiração
e transforma em contemplação
nosso amor em tradição.

(Clemilton Carvalho - cec) 

domingo, 8 de janeiro de 2012

NÃO É FÁCIL VIVER


Não é fácil viver
com o salário
que ela ganha
e, continuar sorrindo

Tem de pagar aluguel
comprar vestuário para três filhos
pagar água, luz, telefone e comida
comprar material escolar
pagar transporte ida e volta
colégio das crianças e trabalho

Não é fácil viver
tem de ser uma super heróina
em tempos modernos
que o pai não ajuda em casa

Essa mulher é corajosa
persiste em viver
alimenta com carinho seus filhos
deixa de viver seus sonhos
mas, continua a sorrir
para dar tranquilidade aos filhos

Não é fácil viver
esta labuta diária
ela chora em silêncio
para ninguém saber seus problemas

Essa mulher é garra e determinação
não se deixa abater
com a vida que escolheu
quer mais é lutar e viver
para o bem de sua família.


(Clemilton Carvalho - cec)



sábado, 7 de janeiro de 2012

NOITES QUENTES


Sentimentos doces
amores afoitos
construção todo dia
para a vida sorrir
com grande harmonia

Minha cama exala
prazer ao te ver
e nesse fogo
quero me aquecer

Ah! Noites quentes
cheias de prazeres a florescer
na ânsia de nunca te perder

Quero um copo d'água
para saciar e aliviar
essa minha sede de você

Quero em teu corpo
me perder
e me encontrar

Ah! Noites quentes
cheias de prazer
quando meu corpo
encontra o seu
só quero me prender.

(Clemilton Carvalho - cec)

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

... SEDE


(Foto: Clemilton Carvalho - planta pessoal)
Sinto sede
de água, de luz
sinto sede
de amor, de amar
sinto falta
de companhia, de carinho
sinto falta
de você junto a mim

Vem me prender
deixa eu me perder
por inteiro em seu corpo
Sinto que podemos
nos dar tão bem
neste aconchego e caricias

(Foto: Clemilton Carvalho)
Vem...
 abra as esperanças
me deixe em você
até o fim
se eu enlouquecer
que seja por você.

(Clemilton Carvalho - cec)

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

MENINA-MULHER


Sou menina-mulher
cheia de sonhos e esperanças
Confio em minhas decisões
apesar de demorar para tomá-las
Mas, quando tomo
ninguém me segura não
Sou fiel aos meus planos

Sou mulher que chora por um amor
Aliás, por todos os amores
que construo e destruo em mim

Sou menina-moça-mulher
mas não choro por bobagens
Gosto de chorar sozinha
assim consigo entender
os meus motivos pra viver
do jeito que escolhi

(foto: clemiltoncarvalho - arquivo - pessoal)

Sou mulher feito criança
boba, mas realista
indecisa, porém prática
E não sou de ficar correndo
atrás de um amor
a não ser que valha a pena

Sou menina-mulher
precisando de carinho
Mas não me entrego
a qualquer um
que me prometa vida boa
e amor sem fim

Quero companhia e
viver feliz num paraíso sem trevas
Mas quero o calor e a ardência
de um amor que me deixe louca.

(clemiltoncarvalho) 
poesia publicada no blog MeninaMulher

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

SOZINHO PELOS CANTOS


Sem você aqui
choro de tristeza
sem sua presença
minha vida é um vazio

Como você me faz falta
ah! Como estou triste
sem você aqui
pra me escutar
(Foto: Clemilton Carvalho - planta da caatinga piauiense)
pra me fazer feliz
pra ouvir meus desabafos
e sorrir com meus vacilos

Fico sozinho pelos cantos
não há companhia
que me agrade
sinto-me tão só
necessito do seu amor
de sua alegria 
que me contagia

Sem você aqui
minha vida é em vão

Sinto-me tão inútil
desde que você partiu
nada me motiva

Ah! Sem você aqui
é triste meu existir
não consigo mais sorrir
depois que você se foi.

 (Clemilton Carvalho - cec)


terça-feira, 3 de janeiro de 2012

AMORES DE MINHA VIDA



Ah! Amores de minha vida
amor platônico
amor impossível
amores do meu coração

(Foto: Clemilton Carvalho - arquivo pessoal)
Sou assim um amante
incompreendido e solitário
não suportaria viver
sem essa mulher
pior que ela não sabe
que eu existo

É tanto lamento
que essa dor de amor dói
machuca e destrói
meu humilde coração

Amores especiais
amores fiéis
são tanto amores que sinto
só falta ela
se decidir por mim.

(clemiltoncarvalho)

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

NA BAGAGEM


Trago na bagagem
saudades e meu coração
pra te dar e matar 
minha fome de amor e prazer
(Foto: Clemilton Carvalho - jarro de flores)

Você é bela e formosa
faz tudo de mão cheia
e acelera meu coração
por isso, voltei... quero viver

Trago nossa re-união
faço figa ao seu coração
porque morro de paixão
se não aceitares minha devoção

Trago minha alma
venho com meu querer
só espero sua atenção
para receber meu coração

Trago sabedoria
volto cheio de recordações
na bagagem tenho seu cheiro
guardado a milhões de chaves
a camisola do último encontro
anda comigo para um novo reencontro.

(Clemilton Carvalho - cec)


domingo, 1 de janeiro de 2012

FICAR COMIGO OU NÃO!



Deixe-me falar
dizer tudo que sinto
preciso apenas 
de tempo - de espaço
e, de toda sua atenção
(Foto: Clemilton Carvalho - quadro: Amanda Costa)
antes de decidir:
ficar comigo ou não!


Penso em usar poeticamente
este blog - com minhas poesias
(que imagino ser poemas e versos,
ou simplesmente, meros devaneios)
ao falar dos meus múltiplos ideais
pela vida - pelo próximo - pelo amor
pelas paixões - pelo prazer - pela natureza
pelos amigos - pelo sobrenatural
de confidenciar-me em palavras
para engrandecer meus conhecimentos.

Aqui, tentarei progredir
e usufruir de liberdade
para expor meus sentimentos
pelos amigos, amores e paixões

Sinta-se convidado(a)
em suas escolhas
ficar comigo ou não!


(Clemilton Carvalho)